sábado, 29 de maio de 2010

What the dog saw; Malcolm Gladwell

O quarto livro de Gladwell é uma compilação de artigos publicados no jornal ‘The New Yorker’ escritos por ele durante a última década, o mesmo período em que publicou seus outros três livros. Como sempre, o autor apresenta um texto muito agradável e cativante, mesmo quando discutindo temas que a princípio podem não parecer tão interessantes assim.

Além disso, o livro é também uma valiosa aula de jornalismo. O autor explica como dá início às suas idéias: primeiro ele parte de algo banal e corriqueiro, como por exemplo shampoo, e partir daí desenvolve sua pesquisa e começa a entrevistar pessoas interessantes que tenham alguma relação com o assunto. Sua pesquisa sobre shampoo o trouxe a uma agência de publicidade onde alguém o sugeriu que escrevesse sobre tinta de cabelo. Com isso ele conseguiu traçar um paralelo da história dessas tintas e sua publicidade com o contexto social vivido pelo público feminino em meados do século XX.

Seus artigos focam mais em pessoas do que em idéias, mas não é difícil identificar certas passagens encontradas em alguns de seus livros anteriores – essas sim, obras onde ele discorre sobre idéias originais (e geniais) pelas quais construiu seu nome no universo da literatura e sociologia.

Em pouco mais de quinhentas páginas, Gladwell constrói várias histórias interligadas por um problema em comum, mostrando o quão ampla é a sua área de pesquisa. É admirável observar o quão desenvolvidas são as suas habilidades como pesquisador, entre elas a curiosidade, a clareza de pensamento, a capacidade de estabelecer uma conexão entre diferentes temas e principalmente, a facilidade com que ele constrói seus textos de modo a fazer a conclusão final parecer óbvia, quando na realidade não é nada disso. Muito boa leitura, recomendo bastante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário